distribuição

Ajuda

Quais as grandezas dos dados de energia (tensão, Wh)?

A Energia elétrica é a energia que flui entre dois pontos que possuem uma diferença de potencial elétrico. À diferença de potencial, denomina-se tensão elétrica. O ponto com maior potencial denomina-se fonte, o ponto com menor potencial denomina-se carga. A fonte é por exemplo um gerador, ou uma subestação elétrica. A carga é por exemplo a instalação elétrica em sua casa, à qual pode ligar os seus eletrodomésticos (aumentando ou diminuindo a carga). A tensão mede-se em V (“Volt”). Quanto maior for o número de V, maior é a diferença de potencial.

A energia elétrica mede-se em Wh (“watt-hora”). Quanto maior for o número de Wh, maior é a energia:
1 Quilowatt-hora (kWh) equivale a 1.000 Wh
1 Megawatt-hora (MWh) equivale a 1.000.000 Wh
1 Gigawatt-hora (GWh) equivale a 1.000.000.000 Wh

Por exemplo: uma lâmpada doméstica de 60 W consome quanta energia? Se ficar acesa durante 10 horas, consumirá 600 Wh de energia. 60W * 10h = 600Wh.

Quais os níveis de Tensão existentes?

Cada cliente enquadra-se num de quatro níveis de tensão (Muito Alta Tensão, Alta Tensão, Média Tensão e Baixa tensão) de acordo com a tensão da linha a que está ligado.

Para mais informação consulte o Regulamento de Relações Comerciais publicado pela ERSE.

O que significa MAT?

MAT é a abreviatura de Muito Alta Tensão. Neste segmento estão incluídas as fábricas de grande dimensão.

Considera-se MAT sempre que a tensão entre fases apresente um valor eficaz é superior a 110 kV.

O que significa AT?

AT é a abreviatura de Alta Tensão. Neste segmento está incluída a maioria das fábricas.

Considera-se AT sempre que a tensão entre fases apresente um valor eficaz superior a 45 kV e inferior ou igual a 110 kV.

O que significa MT?

MT é a abreviatura de Média Tensão. Neste segmento estão incluídas as grandes superfícies comerciais, grandes unidades hoteleiras e hospitalares e ainda pequenas fábricas.

Considera-se MT sempre que a tensão entre fases apresente um valor eficaz superior a 1 kV e inferior ou igual a 45 kV.

O que significa BT?

BT é a abreviatura de Baixa Tensão. Neste segmento estão incluídos os clientes domésticos, espaços de comércio local, entre outros de dimensão semelhante.

Considera-se BT sempre que a tensão entre fases apresente um valor eficaz inferior ou igual a 1 kV. A baixa tensão divide-se em Baixa Tensão Especial (BTE - fornecimentos ou entregas em BT com uma potência contratada superior a 41,4 kW) e Baixa Tensão Normal (BTN - fornecimentos ou entregas em BT com uma potência contratada inferior ou igual a 41,4 kVA). A BTN subdivide-se em quatro perfis (BTNA, BTNB, BTNC, IP) consoante o tipo de ligação, a potência contratada e o consumo médio anual do ano anterior. Para mais informações consultar www.edpdistribuição.pt (Área: Comercializadores, Disponibilização de Dados, Guia de Medição Leitura e Disponibilização de Dados).

Como é construída a curva de consumo em Baixa Tensão?

Uma vez que a Baixa Tensão não está em telecontagem a curva de consumo BT resulta de uma estimação e é posteriormente atualizada em vários momentos, de forma a incorporar as leituras recolhidas. Num primeiro momento a curva de consumo BT é calculada com base em perfis de consumo anuais e Consumos Médios Anuais. Para que a energia produzida coincida com a energia consumida aplica-se à curva de consumo BT um Fator de Adequação (FA) que pretende incorporar erros de estimativa, desajustes de perfis e ainda perdas comerciais.

O que são perdas técnicas?

Perdas técnicas podem ser entendidas como o consumo dos equipamentos responsáveis pela distribuição de energia elétrica. São perdas inerentes ao transporte de energia elétrica na rede e podem ter como origem o processo de transformação de energia elétrica (efeito Joule e perdas no núcleo dos transformadores) ou a própria passagem de eletricidade nos cabos.

O que é o DGM?

DGM é a abreviatura de Diagrama de Geração do Mercado.

O Diagrama de Geração do Mercado é composto por toda a energia participante em mercado, estando incluída a energia produzida, as trocas de energia nas ligações internacionais, o consumo em bombagem e a energia consumida em compensação síncrona.

O que é o PRE?

PRE é a abreviatura de Produção em Regime Especial.

Considera-se produção em regime especial a atividade de produção sujeita a regimes jurídicos especiais, tais como a produção de eletricidade através de cogeração e de recursos endógenos, renováveis e não renováveis, a microprodução, a miniprodução. Considera-se também a produção sem injeção de potência na rede, bem como a produção de eletricidade através de recursos endógenos, renováveis e não renováveis, não sujeita a regime jurídico especial. Mais informação em www.edpdistribuição.pt (Área: Produtor)

Que tipo de energia é considerado Renovável?

Considera-se como Produção Renovável na Rede de Distribuição toda a Produção Hídrica em Regime Ordinário bem como a Produção em Regime Especial exceto a produzida em Cogeração.

O que é cogeração?

Segundo a DGEG entende-se por cogeração o processo de produção combinada de energia elétrica e de energia térmica (calor).

Esta não é uma fonte de energia renovável.

O que é a Rede de Distribuição? Que outras redes fazem parte do sistema elétrico nacional?

A Rede Nacional de Distribuição é composta pela Rede de Energia Elétrica em Média Tensão (MT) e Alta Tensão (AT), e pelas concessões municipais de distribuição de energia elétrica em Baixa Tensão (BT).

Existe ainda a Rede Nacional de Transporte (RNT) cuja gestão está a cargo da REN. É à RNT que estão ligados os grandes produtores (centrais termoelétricas, barragens, etc) e os clientes MAT.

Que tipo de dados são incorporados na previsão da energia elétrica?

De entre os dados incorporados no modelo de previsão destaca-se o histórico de consumos diários desde 2012, projeções macroeconómicas efetuadas por diversas fontes públicas, efeitos de temperatura e de calendário, inércia de consumo (comportamental e térmica) e medidas de eficiência energética.

Esta previsão, assente num modelo híbrido (combinação de modelos de regressão linear múltipla com modelos de redes neuronais), é atualizada mensalmente incorporando sempre inputs mais recentes.
De forma a garantir o alinhamento com os dados de energia consumida, os dados previsionais apresentados incluem também a energia referente a perdas técnicas, ou seja, ao consumo previsto por nível de tensão é aplicado o respetivo perfil de perdas publicado pela ERSE, que pode ser consultado em www.edpdistribuição.pt (Área: Comercializador, Disponibilização de Dados de Energia, Perfis).

Qual a frequência de atualização da informação desta página?

Todos os dias são publicados dados do dia anterior. Mensalmente são atualizados os dados do mês anterior, de três meses antes e de nove meses antes. Estas atualizações sucessivas resultam da atualização de consumos, produções e leituras.

Como é calculada a temperatura média?

A temperatura resulta da média de temperaturas médias diárias registadas em seis pontos do país (Lisboa, Porto, Bragança, Castelo-Branco, Beja e Faro). Fonte de dados: National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA).

Em que consiste o Período Homólogo?

Sempre que o período selecionado for diário, o período homólogo corresponde ao mesmo dia da semana anterior. Sempre que o período selecionado for mensal, o período homólogo corresponde ao mesmo mês do ano anterior. Sempre que o período selecionado for anual, o período homólogo corresponde ao ano anterior.

Caso o mês ou ano em consulta ainda não esteja completo, a comparação é estabelecida com os mesmos dias do mês ou ano homólogo.
Por exemplo, se no dia 15 de Fevereiro de 2017 consultar os dados mensais de Fevereiro de 2017, apenas existem registos para os dias 1 a 14 e estes serão comparados com os dados de 1 a 14 de Fevereiro de 2016. Por sua vez, se neste mesmo dia consultar os dados anuais de 2017, apenas existem registos até 14 de Fevereiro e estes serão comparados com os dados de 01 de Janeiro de 2016 a 14 de Fevereiro de 2016.